Carta aberta ao senhor novo presidente

Olá, sr. Bolsonaro. Como vai?

Sabe, não sou católica. Não sou evangélica. Já fui, fervorosamente. Mas não sou mais. O meu Deus não é personificado. Ele é um sentimento muito forte e que eu consigo acessar de maneiras incríveis, diariamente, porque ele também não está longe de mim. Ele também não está acima de todos. Ele está dentro de todos. Ele é representado em cada ato de amor rotineiro e que não precisa de uma encenação teatral para acontecer.  O meu Deus é pura energia do Universo traduzida em ações e reações pequenas, delicadas. Ele se apresenta a mim de maneira muito próxima – quando entro na água, quando vem a tempestade ou quando o vento seca uma lágrima. A sua visão de Deus não me representa.

Mas não para por aí. O senhor não me representa porque mente. Mente tanto, que mente que não mentiu. Mesmo quando sua mentira está exposta para quem quer que seja. E a mentira, senhor presidente, não é coisa do meu Deus. Meu Deus também não gosta de ser usado, não. Quando o senhor promete limpar o país fazendo com que as minorias se curvem às maiorias, o meu Deus chora. O seu não?

Vi este texto sobre o senhor (que coloco abaixo entre aspas) pipocando em minha timeline uma centena de vezes. E gostaria de me opor. Sei que o senhor não vai gostar e, provavelmente, vai começar a gritar palavras sem sentido para mim. Mas eu não ligo. Porque aprendi a resistir de voz baixa. Sobrevivi a uma profissão onde diziam que só um homem poderia tocar adiante – ouvi isso uma série de vezes, o que só me fez mais forte. Sofri preconceito, assédio. E, hoje, escolho com quem vou trabalhar. Sempre falando fino e baixo. Então, o senhor não me representa, mas não me oprime também.

“O assassino que nunca matou ninguém, o ditador que sempre foi eleito pelo povo, o homofóbico que recebe beijos e abraços de homossexuais, o nazista que adora Israel, o racista que tem um negro como melhor amigo ha vários anos(Helio Bolsonaro), o violento que levou purpurinas, ovos, cuspe na cara e por fim uma FACADA no abdômen e nunca reagiu, o mentiroso que só diz verdades que doem, o louco que defende que bandido seja tratado como bandido, o estuprador que quer castração química pra estupradores, o radical que defende que o cidadão tenha o direito de defender sua família e sua propriedade, o burro que tem o maior Plano Econômico dos últimos 30 anos, o único corrupto que NÃO tem processo por corrupção, o candidato dos ricos que fez a campanha mais pobre da historia, o prepotente que ousa dizer que não negocia cargos com partidos em troca de tempo de TV.”

Vamos às correções:

– Matou, sim!  Fazer o Pôncio Pilatos e lavar as mãos não tira o sangue das pessoas da sua responsabilidade. O senhor instigou a violência algumas vezes, no palanque mesmo, e depois disse que não tinha nada a ver com isso. Que governante é esse que se diz pulso firme e não se pronuncia após a morte em seu nome de um mestre tradicional de capoeira e representante da luta contra o racismo – com 12 facadas pelas costas?

– Ditador eleito pelo povo, assim como Hitler.

– Homofóbico, sim. E se receber beijos e abraços de homossexuais é suficiente para não caracterizar homofobia para você, então é preciso estudar mais. Uma grande quantidade de casos de violência contra mulher acontece dentro de casa, com o próprio marido, e ele continua postando foto de amor com ela no Facebook. Isso não significa absolutamente nada. Mas dizer que prefere um filho morto a gay significa.

– Idem ao nazista. Idem ao racista.

– Violento, sim. Expulso do exército porque não falava coisa com coisa e era a favor da ditadura. Violento porque ensina crianças a importância de saber atirar. Meu filho o senhor não vai pegar no colo, não. Porque, na minha casa, eu quero educação, quero livro, quero amor e resistência. Não quero violência. Não quero soluções paliativas a um problema que tem como base única sistemas sociais falhos.

– Verdades que doem… Isso é um fato. As únicas verdades que doem que o senhor me trouxe até aqui é a de que pessoas queridas alimentam sentimentos de ódio que nunca colocaram para fora. Ofendem e desrespeitam legitimadas pelo que o senhor as fez sentir.

– Castração química não é prevenção. É sadismo.

– A defesa de família e propriedade deve ser garantida a qualquer cidadão, principalmente aos nativos de quem nós roubamos as terras e matamos as famílias: os indígenas. As demarcações precisam existir, sim! E MST só invade propriedade improdutiva. Pare de continuar espalhando mentiras para criar um inimigo comum. De novo, isso não me representa.

– Maior plano econômico dos últimos 30 anos? O senhor me perdoe, mas o único plano econômico que me apresentou até o momento foi: pergunte ao Paulo Guedes. Perguntamos e ele disse absurdos que o senhor voltou atrás.

– Não é corrupto? Mesmo tendo feito parte de um dos partidos mais corruptos do Brasil há anos, conhecidos pelo “rouba, mas faz”? Não é corrupto, mesmo tendo claramente usado de Fake News para criar sua vitória? Não corrupto mesmo ferindo todos os direitos humanos em cada uma de suas falas?

– Campanha mais pobre da história? Então, por que não houve report dos gastos da sua campanha, transparentes e abertos à população, como houve de seu concorrente? Queremos analisar esses números.

– Quem precisa de tempo de TV quando a Record faz um acordo de só divulgar notícias a seu favor, a ponto de fazer a editora de seu jornal pedir demissão por não compactuar com isso?

O senhor não me representa. Então, por favor, não diga que o vai fazer. Não faça uma roda de oração em rede nacional para, mais uma vez, ser protagonista de um teatro que tem transformado o senhor em mártir e trazido cegueira à metade da população. Não me representa e nunca vai. E serei resistência. E vou ficar no seu pé. E vou denunciar cada passo seu. E vou cobrar cada ação. E o senhor vai cansar de mim. Mas eu não vou cansar do senhor. Porque falo baixo e fino, mas estou apta ao cargo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s